CADA UM NO SEU RETÂNGULO

sexta-feira, dezembro 11, 2009 2 comentários

A NOTÍCIA

Compartilhar a cama faz mal para a saúde, diz estudo


Dormir em camas separadas pode ser bom para a saúde e o relacionamento de um casal, de acordo com estudiosos do sono.

O especialista britânico Neil Stanley disse que compartilhar a cama com o parceiro pode causar brigas por ronco ou disputa pelo cobertor, e levar, assim, à perda de preciosas horas de sono.

Um estudo constatou que, em média, os casais sofrem 50% ou mais problemas ao dormir se compartilham a cama. Stanley disse que foi estabelecida uma ligação entre dormir mal e depressão, doenças cardíacas, derrame, distúrbios pulmonares, acidentes de trânsito e industriais, e divórcio. O especialista destacou que historicamente não era para as pessoas dormirem na mesma cama. Segundo ele, a tradição moderna do leito conjugal só começou com a Revolução Industrial, quando as pessoas que se mudavam para cidades superpopulosas enfrentaram escassez de espaço.

Antes da era vitoriana, era raro os casais casados dormirem em leitos conjugais. Na Roma Antiga, o leito conjugal era um lugar mais usado para relações sexuais, mas não para dormir. “Stanley disse que as pessoas hoje deveriam pensar em fazer a mesma coisa”. Depende do que satisfaz as pessoas. “Se elas dormem juntas e ambas dormem muito bem, não devem mudar isso, mas elas não devem ter medo de agir de maneira diferente.” "Todos nós sabemos como é ficar abraçado e depois dizer 'agora eu vou dormir' e ir para o lado oposto da cama. Então, por que não levantar e ir para outro quarto?"

. Fonte: www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia

-------------------------------------------------------------------------

A CRÔNICA

Casais mais felizes:

- Meu amor, você sabe que eu não fico sem seu ronco. É só ter a paciência de me esperar dormir primeiro. Se eu acordar no meio da noite lhe dou uma cutucada, você vira de lado e pronto! Estamos resolvidos. Smac! Boa noite querido!

- Boa noite, amor! Ponha uma toalhinha de rosto no travesseiro para o caso de você babar.

Casais menos felizes:

- Ô seu peste, quer parar com essa ronqueira? Assim eu não consigo dormir! Por que você não vai para o outro quarto? E, além disso, você precisa parar com essa bebedeira. O ruído fica ainda mais insuportável. Além do cheiro de álcool no quarto. Ninguém merece!

- Que merda mulher, toma esse seu remédio aí e vê se não me amola, amanhã eu tenho que levantar cedo.

- Eu também. E além e trabalhar ainda tenho que fazer todas as tarefas domésticas, e cuidar das crianças sozinha. Humpf!

Às vezes a pessoa fica com aquela vontade de falar para o parceiro umas coisas que estão incomodando no relacionamento. Naqueles momentos quase imperceptíveis de tão raros, de “discutir a relação”. A verdade de um é sempre mais verdadeira do que a do outro. Então vem um embasamento científico para corroborar uma das teses. O que está a fim de pular fora do quarto ou da vida do outro, se apega com o argumento de um estudo de especialistas e solta a matéria. Propõe até que leiam juntos.

- Veja bem, amor, não sou eu que estou dizendo, é a ciência. Isso pode ser melhor para nós. Te amando ou não, você me amando ou não, o certo é que vamos poder viver mais, seja para o outro, seja para um outro.

- Ora, isso é coisa de quem não tem o que fazer, não acredito, não!

- É, mas naquela outra matéria que saiu sobre a preferência das mulheres por homens que fazem trabalhos domésticos você acreditou, né? Aquilo também é trabalho de cientista, sabia?

Agora, triste é para quem está a fim de se casar ou de sair da casa dos pais e poder dormir juntinho de seu amor. Em camas separadas somente depois que começar essa confusão aí de cima. Espero que não.

2 comentários:

  • Reflexo d Alma disse...

    Puxa...
    a 27 anos quando me casei
    por ter sido criada dormindo num quarto 'só com meninas' era comum acordar e ter o par de cara feia, mal humorado e triste. Com muito custo conseguir ao longo descobri que 'dormindo' eu o expulsava não só da cama, mas também do quarto.
    As vezes ia dormir com medo...
    ao longo da vida fui corrigindo isso, ele deixou de se magoar,pois entendeu que era algo sem meu controle e devido a minha criação.
    Hj durmo em qualquer lugar
    desde que ele esteja a meu lado...
    Concordo com seu texto:que cada um durma onde achar melhor.

    Bjins entre sonhos e delírios.

Postar um comentário

Followers

 

©Copyright 2011 Sinestesia Cultural | TNB