A OUTRA CANÇÃO

quinta-feira, setembro 02, 2010 1 comentários

Eu preparo outra canção
Diferente do Drummond
Eu não tenho mãe
Nem velhos amigos
Caminho por um  monte de ruas
Que não me levam a lugar algum
As palavras me servem apenas
Para o movimento da caneta
Minha fala só convence a mim mesmo
A verdade para mim
É a insistência da mentira
Acumulada e superada pela vontade
O amor é um espelho
Quem diz que ama, ama só a si
Porque amar é não ser
É aplicar o dar com todos os seus sinônimos
E signos
E alguém já me disse
Que viver é não pensar na própria insignificância
Pensar é o exercício da solidão
O mundo gira em si mesmo,
Avança, progride
Imobiliza corpos e mentes
Corrompe a dignidade
Cultua a lógica, o óbvio
A morte remedia os fracos
Nascer é entrar na concorrência
Por isso eu preparo outra canção
Para adormecer os homens
E acordar as crianças.


(Feito a partir de Canção Amiga, de Drummond)

José Cláudio – Cacá

1 comentários:

  • Lisa Alves disse...

    "Caminho por um monte de ruas
    Que não me levam a lugar algum.." Perfeito isso: nem sempre "o caminho" está relacionado com as trilhas do dia a dia. As vezes "o caminho" está na inércia.

Postar um comentário

Followers

 

©Copyright 2011 Sinestesia Cultural | TNB